Conservatório de Tatuí realiza a 4ª Semana de Performance Histórica

572
Programação de semana segue de segunda a sexta, com diversas atrações (foto: AI Conservatório)

O Conservatório de Tatuí promove, entre os dias 21 a 25, a 4ª Semana de Performance Histórica. O evento, coordenado pela professora Débora Ribeiro, reúne palestras e recitais sobre o estilo musical que imperava na Europa entre os séculos 16 e 18.

Além de resgatar a música antiga, as atividades colocam o público em contato com réplicas dos instrumentos musicais do período e levam a plateia a vivenciar o clima e os sons que embalavam festas e reuniões realizadas pela nobreza naquela época. As atividades serão realizadas na unidade 2 da escola, todas com entrada gratuita.

A “semana” começa na segunda-feira, 21, com o Ensemble de Performance Histórica, que fará ensaio aberto às 15h, seguido de recital às 18h.

Coordenado pelo professor João Guilherme Figueiredo, o grupo apresentará “Intrada e Paduana”, de Heinrich Schütz; “Suíte de Danças”, de Anthony Holborn; abertura da comédia “O Burguês Fidalgo”, de Mollière, sarabanda “Dieu des Enfers” e minueto da ópera “Alcide”, de Jean Baptiste Lully; “Loure ‘Aimable Vainqueur’” da ópera “Hesione” e “Gigue” da ópera “Tancredi”, de Andre Campra, com participação da dançarina Clara Couto.

A programação segue na terça-feira, 22, às 15h, com recital de alunos dos cursos de cravo, flauta doce e fortepiano, além da participação do Grupo de Performance Histórica Jovem do Conservatório. Mais tarde, às 18h, o professor Fúlvio Ferrari fará palestra com o tema “Uma introdução à performance histórica”.

Na quarta-feira, 23, as atividades começam às 10h, com o recital de alunos de cravo e flauta doce. Às 15h, haverá recital de alunos de cravo, flauta doce, viola da gamba e violoncelo barroco.

Às 19h, o auditório receberá o Grupo de Performance Histórica. O concerto terá obras como “Danceries”, de Claude Gervaise, compositor francês que viveu entre 1525 e 1583; “Pavane & Gailarde”, do também francês Estienne du Tertre, que viveu em meados do século 16; “Almaine – Honey-suckle” e “Galliard – The Faire-Round”, do inglês Antony Holborne (1545- 1602); e “Dances from Therpsichore”, do alemão Michael Praetorius (1571-1621).

Na quinta-feira, 24, às 10h, a professora Maria Eugênia Sacco conduzirá o recital temático “O diálogo musical entre os instrumentos antigos e modernos”, com participação dos professores Dagma Eid (vihuela e guitarra barroca), Mirtes Lomba (canto), Marcelo Costa Franco (trompete e pícolo barroco) e Rafael de Almeida Proença (trompa natural e moderna).

Às 15h, a professora Selma Marino fará audição comentada da obra de Jacob van Eyck. Às 18h, haverá recital com o grupo convidado “TRiOupe”, formado por Dagma Eid, Ananda Roda de Miranda e Ivan Roberto Júnior.

Na sexta-feira, 25, às 10h, a “Semana” terá recital de alunos de cordas dedilhadas históricas. Quem encerra a 4ª Semana de Performance Histórica é o convidado Alexandre Ribeiro, que fará máster class às 16h, seguido de recital de alaúde, às 18h.