Cento e vinte e dois esperam registro para disputar as eleições

587
Site do TSE (imagem ilustrativa)
Publicidade
Da redação

Cento e vinte e dois tatuianos aguardam aprovação para disputar as eleições municipais de 2020, conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral). O número soma concorrentes aos cargos de vereador, vice-prefeito e prefeito que apresentaram pedido de registro junto à Justiça Eleitoral até terça-feira, 22.

Os dados, consultados na tarde de ontem, apontam que todos os candidatos aguardavam julgamento dos requerimentos. A lista completa com as informações sobre os concorrentes (nome, número na urna, por faixa etária, grau de escolaridade e filiação) está disponível no endereço http://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleitorais.

Do total de candidatos, 85 são homens (69,7%) e 37, mulheres (30,3%). Até então, a corrida eleitoral por uma vaga no Legislativo registrava 6,71 candidatos por vaga, considerando-se o total de 114 postulantes às 17 cadeiras a serem preenchidas na nova legislatura.

Oito candidatos pediram registro para a prefeitura até a data, sendo quatro a prefeito e quatro a vice. Entregaram registro de candidaturas: Alessandro Lirola (PDT), Maria José Vieira de Camargo (PSDB), Valdeci Proença (Podemos) e Wagner Rodrigues, coronel Wagner (PP).

Respectivamente, eles têm como vice-prefeitos: Gildo Pereira de Andrade, pastor Gildo (PDT); Miguel Lopes Cardoso Júnior, professor Miguel (MDB); Lúcia Maciel Aguiar, Doutora Lúcia (Podemos); e Nilton José Alves, Bispo Nilto (PRTB).

Publicidade

Entre os que tentam a Câmara e a prefeitura, 42 possuem ensino superior completo (34,43%), 30 têm ensino médio completo (24,59%), 21 não concluíram o fundamental (17,21%), 16 têm o ensino fundamental completo (13,11%), 6 não concluíram o ensino superior, 4 leem e escrevem (3,28%) e 3 não concluíram o ensino médio (2,46%).

A maioria dos candidatos tem entre 40 e 44 anos (28). Os demais têm entre 50 e 54 anos (20), 55 e 59 (17), 45 e 49 (14), 35 e 39 (11), 30 e 34 (nove), 60 e 64 (oito), 65 e 69 (sete), 25 e 29 (cinco), 19 anos (um), 75 e 79 (um) e 70 e 74 (um).

Quanto às ocupações, os candidatos se dividem entre: 29 servidores públicos municipais (23,77%), 8 comerciantes (6,56%), 7 aposentados (exceto servidor público, 5,74%), 5 empresários (4,1%), 5 proferes de ensino fundamental (4,1%), 5 trabalhadores da construção civil (4,1%) e 18 de outras profissões (14,75%).

Os partidos PDT (Partido Democrático Trabalhista), PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) e MDB (Movimento Democrático Brasileiro) são os que possuem mais pedidos de registro. São 22 pessoas pleiteando vagas em cada uma das legendas (18,03%).

Em seguida, aparecem os partidos: Republicanos, com 20 candidatos (16,39%); PSD (Partido Social Democrático), com 19; PSL (Partido Social Liberal), 13; e Podemos, 2.

O Progressista e o PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) contam com um postulante cada.

O número de candidatos é parcial e deve aumentar nos próximos dias. Candidatos escolhidos nas convenções partidárias encerradas na quarta-feira da semana passada, 16, têm até a data-limite de domingo, 26, para apresentarem pedido à Justiça Eleitoral.

Os pedidos de registro de candidatura podem ser acessados pelos cidadãos por meio do sistema DivulgaCand (Divulgação de Candidaturas e Contas), no site do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP).

As propagandas eleitorais poderão ser realizadas a partir do dia 27 de setembro. O pleito ocorre no dia 15 de novembro.

Publicidade