Cem pessoas ajudam a organizar e divulgar a Marcha para Jesus

377
Publicidade





Amanda Mageste

Equipe do Conpas recebeu cupons de doadores também no paço

 

Para a realização da 11a Marcha para Jesus, o bispo Nilton José Alves contou com a participação de frequentadores das igrejas do município. De acordo com o pastor da igreja Adoração e Avivamento, Valter de Paula Leite, aproximadamente cem pessoas ajudaram na organização.

Conforme o pastor, os organizadores começaram a trabalhar na divulgação do evento há, pelo menos, dois meses e meio, em rádios, carros de sons, com distribuição de cartazes, panfletos e instalação de outdoors.

Publicidade

“Estamos trabalhando há bastante tempo, devido à Marcha para Jesus ser a maior marcha do interior paulista. Então, trabalhamos bastante com a parte de divulgar, para que acontecesse o evento”, salientou Leite.

De acordo com ele, a organização foi dividida em diversos setores, entre os quais, de segurança, palco, camarim, camarote, preparação da marcha, arrecadação de alimentos e organização de brindes e sorteios.

O pastor foi o líder do grupo responsável pela organização e pelo camarote no dia do evento. A equipe dele continha, aproximadamente, 30 pessoas.

Keli Cristina da Silva Moraes, frequentadora da Igreja Adoração e Avivamento, foi uma das ajudantes na “pré-marcha”. Ela ajudou a organizar a saída das pessoas, para que não houvesse “bagunça e movimentos errados”.

De acordo com Keli, ela também ficaria responsável por ajudar crianças e pessoas “perdidas”. Antes e após os shows, ainda organizaria a entrada e saída de artistas.

A pastora da 2ª Igreja do Evangelho Quadrangular, Ilza Paulino de Oliveira Marques, ficou responsável, junto à equipe dela, pela arrecadação de alimentos no dia do evento. Antes da saída da marcha, ela afirmou que as doações estavam superando as expectativas.


Publicidade