Casos de dengue têm queda de 14% em sete dias, aponta boletim da VE

Órgão da Secretaria de Saúde registra 12 infecções pela doença no período

15
Operação recolhe quase 28 toneladas de entulhos das ruas (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da redação

Com a chegada do frio, o número de moradores infectados pela dengue começou a apresentar redução em Tatuí. Conforme relatórios da Vigilância Epidemiológica, pertencente à Secretaria Municipal de Saúde, entre os dias 28 de junho e 4 de julho, a pasta confirmou 12 casos da doença.

O número representa queda de 14,28% se comparado ao levantamento anterior, configurado entre os dias 21 e 27 de junho, quando o órgão municipal notificou 14 casos da doença. Esta é a segunda semana consecutiva com redução – entre 14 e 20 de junho, a VE notificara 29 exames positivos.

Até o balanço divulgado no dia 27 de junho, o município havia acumulado 20.398 casos de dengue em 2021. Com os novos exames positivos nos sete dias recentes, a cidade contabilizou, até segunda-feira, 5, 20.410 contaminações.

Nos sete dias analisados, a média diária foi de 1,7 confirmação. No período anterior (de 21 a 27 de junho), a média atingira duas confirmações por dia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, no inverno, é comum a queda no número de infecções. Contudo, mesmo com a baixa temperatura, há possibilidade de contaminação pela doença.

Publicidade

“O mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, ainda está presente no nosso município. Portanto, as medidas de prevenção, como manter quintais limpos e livres da água acumulada em vasos e plantas, devem ser mantidas”, destaca a secretaria.

Conforme o órgão, a maioria dos casos é autóctone (contraída no município). Até fevereiro, os contágios ocorriam de maneira concentrada na região do Jardim Santa Rita de Cássia. Contudo, a VE informa que os casos positivos não estão mais concentrados no bairro, com registros em toda a cidade.

Este é o ano com maior número de casos autóctones da doença, conforme apontam as fichas epidemiológicas da Vigilância Epidemiológica, abordando o período de 1992 a 2021.

O índice de casos deste ano já representa número 65 vezes maior que a totalidade de 2020, quando se somaram 314 infectados entre janeiro e dezembro.

Limpeza

Como forma de reduzir as contaminações, no sábado, 3, das 7h às 14h, foi realizada a sexta edição da operação “Limpeza e Cata-Treco”, promovida pela prefeitura, com organização do Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí) e apoio de secretarias municipais, Cooperativa de Reciclagem de Lixo e empresas particulares.

Nesta edição, a operação percorreu 13 bairros: Jardim Fortunato Minghini, Andrea Ville I e II, vila Paulina, Parque Gerbelli, Jardim Tatuí, Jardim São Luiz, Jardim São João, Jardim Saba, Jardim Nossa Senhora de Fátima, Jardim São Judas Tadeu, Fundação Manoel Guedes, residencial Mantovani e Inocoop.

Conforme a assessoria de comunicação da prefeitura, nas sete horas de operação, foram recolhidas 27,5 toneladas de entulhos das ruas. “A campanha também orientou a população sobre o combate à dengue, por meio da entrega de panfletos informativos”.

O órgão municipal reforça que a ação de limpeza “colaborou muito para a diminuição dos casos de dengue no município nos últimos meses, mas é importante que a população não perca o foco no combate ao mosquito Aedes aegypti, para não haver um novo aumento de casos”.

As próximas regiões da cidade a receberem a operação Limpeza e Cata-Treco serão divulgadas em breve, nos canais oficiais da prefeitura (site, Facebook, Instagram e Telegram).

“Não descarte nada nas esquinas ou terrenos baldios. Aguarde a vez do seu bairro para depositar os entulhos nas ruas horas antes do início da operação”, orienta o Executivo.

A prefeitura reforça o pedido de colaboração de todos os cidadãos quanto à limpeza e manutenção de terrenos e residências. Salienta, ainda, que as denúncias podem ser feitas pelos telefones (15) 3259-8428 ou 3259-8463, ou ainda na ouvidoria virtual pelo endereço: http://tatui.sp.gov.br/ouvidoria.

A prefeitura informa manter dois ecopontos para o descarte correto de entulhos e demais materiais. Eles funcionam todos os dias da semana, das 7h às 18h, sendo que, aos sábados e domingos, permanecem fechados das 12h30 às 13h30 para almoço.

Um ecoponto está situado na rua Flávia de Oliveira, próximo ao 107, no bairro Jardins de Tatuí, e recebe madeiras, entulhos e materiais recicláveis. O segundo ecoponto está localizado na rua Victória dos Santos Gomes, sem número, Jardim Rosa Garcia II, no antigo frigorífico, e recebe sofás, colchões, madeiras, entulhos, eletrônicos (desde que não estejam abertos), pneus e recicláveis.

Publicidade