‘Carreata Para Jesus’ arrecada duas toneladas de alimentos

459
Carreata percorreu diversas ruas da cidade (Foto: Divulgação)
Publicidade
Da reportagem

Em 2020, a 17ª edição da Marcha para Jesus tornou-se a “Carreata para Jesus”. Em novo formato, o evento organizado pelo Conpas (Conselho de Pastores de Tatuí), em parceria com a prefeitura, obteve o sucesso que já era esperado.

Neste ano, o tradicional evento religioso seria novamente realizado no feriado de 9 de julho, data em que é celebrada a Revolução Constitucionalista de 1932. No entanto, devido à pandemia, a atividade acabou promovida na tarde de segunda-feira da semana passada, 7, Dia da Independência do Brasil.

Com o intuito de não gerar aglomerações de pessoas e, eventualmente, potencializar o contágio da Covid-19 no município, o Conpas optou por realizar a carreata, reunindo 297 veículos, entre carros e motos.

Os evangélicos realizaram um percurso de cerca de 3.700 metros, saindo da avenida Cônego João Clímaco, a Avenida das Mangueiras, e passando pelas ruas São Bento, 11 de Agosto, Coronel Guilherme e 15 de Novembro, até o Mercado Municipal “Nilzo Vanni”. Durante todo o trajeto, houve um trio elétrico para animar o público.

A carreta foi transmitida ao vivo pela página “Marcha para Jesus em Tatuí” no Facebook e contou média de 90 pessoas assistindo simultaneamente.

Publicidade

Até a manhã desta sexta-feira, 18, cerca de 7.700 perfis da rede social haviam assistido, pelo menos, 30 segundos da carreata, e havia uma estimativa de alcance superior a 15 mil pessoas.

De acordo com o presidente do Conpas, Valter de Paula Leite (Igreja Comunhão e Adoração), a Carreata para Jesus permitiu a arrecadação de 2.058 quilos de alimentos. A prefeitura indicou a destinação dos produtos alimentícios às entidades Força Para Viver e Casa de Apoio aos Irmãos de Rua.

A entrega aconteceu na noite de terça-feira, 15.

Leite informou que a impossibilidade de promover a Marcha Para Jesus neste ano despertou o anseio de fazer algo em favor do município.

“Como igreja, precisávamos fazer algo profético pela cidade, além de ajudarmos as entidades que enfrentam grandes desafios neste período”, afirmou.

Conforme o pastor, durante a pandemia, as igrejas ligadas ao Conpas realizaram diversos trabalhos sociais, arrecadando mais de mil cestas básicas, remédios, roupas e móveis, seguindo o lema do conselho: “Igreja Unida, Cidade Abençoada”.

O evento, realizado anualmente no município desde 2004, é considerado o maior do sudoeste paulista, segundo o presidente do Conpas. Recentemente, a atividade religiosa estava sendo realizada simultaneamente à Feira do Doce.

Neste ano, a oitava edição da feira, considerada a maior do interior paulista voltado à venda de doces – que aconteceria de 9 a 12 de julho -, acabou cancelada em 2020. No ano que vem, deve ocorrer entre os dias 8 e 11 e 16 a 18 de julho.

No ano passado, a 16ª edição da Marcha para Jesus reuniu 7.500 pessoas, que seguiram por três quilômetros até a concentração na praça Antônio Prado, que abriga a Concha Acústica Municipal “Spartacco Rossi”.

Leite reforçou que a missão da Marcha para Jesus “é promover a união e a comunhão, oferecendo aos cristãos um momento de reflexão na fé e de se expressar o amor de Deus ao município”.

De acordo com ele, a “Marcha é um trabalho ecumênico destinado aos fiéis de todas as religiões e não leva bandeiras”. “O importante é a comunhão e o bem comum entre os cristãos de Tatuí e de toda a região”, completou.

Publicidade