Candidato do ES vence 8º Concurso Nacional de Piano do Conservatório

362





AI Conservatório / Kazuo Watanabe

Andrei Liquer Soare de Abreu desbancou candidatos de diversos estados em disputa realizada em Tatuí

 

O jovem Andrei Liquer Soares de Abreu, 18, sagrou-se vencedor do VIII Concurso Nacional de Música Brasileira “Maestro Spartaco Rossi”, do Conservatório de Tatuí. Natural de Viana, no Espírito Santo, ele recebeu R$ 5.000 pelo primeiro lugar.

O anúncio dos vencedores aconteceu na noite de sábado, 19, após o concerto da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, no teatro “Procópio Ferreira”.

Em segundo lugar na edição nacional, ficou o carioca Ciro Muniz Magnani, que recebeu prêmio de R$ 2.500. Já na terceira colocação, com o prêmio de R$ 1.000, ficaram Victor Nigri e Silva Santos, de Belo Horizonte (MG). Houve, ainda, dois prêmios especiais e duas menções honrosas.

Conquistou o Prêmio Especial “Melhor Intérprete de Camargo Guarnieri”, Ali Saboy Tavernese, de Jundiaí. Já o Prêmio Especial “Professora Zoraide Mazzulli Nunes” foi para Nigri e Santos. As menções honrosas ficaram com Mariana Virgilli Domingues, de Sorocaba, e Ramses Paraguassu Sandei Hussni, de Tatuí.

O Concurso Nacional de Piano aconteceu entre os dias 17 e 19 deste mês, tendo como jurados os pianistas André Rangel, Fabio Luz e Luciana Noda. Ao todo, foram recebidas inscrições de cinco Estados brasileiros.

Neste ano, o concurso fez homenagem a Camargo Guarnieri. Os candidatos apresentaram, obrigatoriamente, a obra “Ponteio n. 47”. Após ela, 12 candidatos foram classificados para a fase final, quando apresentaram obras de livre escolha.

Segundo Fabio Luz, “aclamado pela crítica internacional”, conforme ressaltou a assessoria de comunicação da escola, “o concurso teve alto grau de dificuldade”.

“Foi uma ocasião genial para encontrarmos jovens de grande talento e muito bem preparados, pois o concurso é dificílimo e exige alto nível de preparação. Foi uma responsabilidade e um prazer muito grande”, disse ele, que reside na Itália e já foi aluno e coordenador da área de piano do Conservatório de Tatuí, na década de 80.

O concurso tem como metas incentivar a execução pianística e compartilhar conhecimentos dos pianistas brasileiros, promovendo intercâmbio entre estudantes, professores e apreciadores de música, além de revelar novos talentos e divulgar a obra pianística de compositores brasileiros.

Para a coordenadora do certame, Cristiane Bloes, o evento atingiu os objetivos propostos. “Recebemos candidatos muito bem preparados. Foi uma missão difícil para nosso corpo de jurados, mas acreditamos que todos os objetivos foram atingidos”.

Concurso interno

Neste ano, o Concurso Interno de Piano antecedeu às provas da edição nacional, transformando a semana em evento especial para a área.

Além das provas, o Conservatório sediou, diariamente, concertos e recitais. A edição interna reuniu 120 candidatos, todos eles matriculados na escola de música.

Nos 1º e 2º semestres, venceram os alunos: Linda Yasmim Andreoli Messias e Gabriela Santos Irineu, em 1º lugar; Ágatha Carolaine Malaquias Adami, em 2º; e Gabriel Prestes de Souza e Adrielly de Castro Santos, em 3º lugar.

Também receberam prêmios nos dois primeiros semestres: Linda Yasmim Andreoli Messias (“melhor intérprete da peça de confronto”); Leticia Maria Barbosa Bordinhon (“melhor performance”); e Luiza Rosim Villa (“prêmio estímulo”).

As menções honrosas ficaram com quatro alunos: Juliane Micaela Ferreira Mariano, Anna Julia Ferreira de Almeida, Ana Julia Cararo e Adriele Vieira Pinto.

Nos 3º e 4º semestres, venceram: Giovanna Martins de Faria e Mayara Confortini Machado, em 1º lugar; Roberto Riva Nunes e Anna Carolina Tavares G. Silva, em 2º; e Lavinya Mello de Souza e Lucas Estanagel de Barros, em 3º.

O certame premiou, ainda, como “melhor intérprete da peça de confronto”, Giovana Martins de Faria e Giovana de Almeida Teixeira; como “melhor performance”, Mayara Confortini Machado e Roberto Riva Nunes; e com o “prêmio estímulo”, Nicole Kepler.

Menções foram concedidas a Rebeka Devai Gau, Dauany Barrinovo Jacção, Giovanna Flavie Villa Nova de Freitas, Clara Caúla Satto, Ana Alice Zamfirov de Lima Lica, Sara Mikaela Machado, Rafaela Aparecida Vieira dos Santos e Aline Cristina Pires Reinaldo.

Nos 5º e 6º semestres, o 1º lugar ficou com Marjori Caroline Tieme Mathey Mariano; o 2º, com Isabelly Leal Camargo; e o 3º, com Maressa Barbosa Fernandes dos Santos e Gustavo Trindade.

Receberam prêmios especiais as alunas Isabelly Leal Camargo (“melhor intérprete da peça de confronto”) e Nathalia de Godói Carlos Pinto (“prêmio estímulo”). Menções honrosas ficaram com Jackeline Souza e Maisa Cristina Barros.

Venceram o 7º e 8º semestres: Giselle Laydner, em 1º lugar; Miriele Moreira de Barros, em 2º; e Giovana Maria Nogueira e Mikéias Ferreira dos Santos, em 3º.

O prêmio “melhor intérprete de Guarnieri” ficou com Giovana Maria Nogueira e o de “melhor peça de livre escolha”, com Miriele Moreira de Barros.

Receberam prêmios como “melhor performance” e “prêmio estímulo”: Mikéias Ferreira dos Santos e Drielle Cristina Andrade e Mário Baylão, respectivamente.

Nos 9º e 10º semestres, venceram: em 1º lugar, Lorraine Gregório de Oliveira; em 2º, Giovanna Brusetti Cintra e Zaine Gomes de Almeida; e em 3º, Milene Giulia da Silva Antunes e Rizia Oliveira Leite.

O prêmio de “melhor intérprete de Guarnieri” ficou com Cesar Augusto de Souza Carrero e Lorraine Gregório de Oliveira; o de “melhor performance”, com Zaine Gomes de Almeida.

Levaram prêmios, ainda, Giovana Brusetti Cintra (“melhor peça de livre escolha”) e Ana Laura Morales Sanches e Rafaella Manhoni Lima (“prêmio estímulo”). As menções honrosas foram concedidas a Arielle Carolina Beraldo, Brenda Gabrieli dos Santos Olivieri e Michele Alexandre de Rezende.

Pelo 11º e 12º semestres, Francine Daroz Cancian, terminou em 1º lugar; Luisa Teixeira Sciotti, em 2º; e Isabella Manhoni Lima, em 3º. O prêmio de “melhor intérprete de Guarnieri” ficou com Francine Daroz Cancian. Conquistaram menções honrosas: Gabriela Figueiredo de Campos e Natália Lubcke de Oliveira.

Nos 13º e 14º semestres, venceram, em 1º lugar, Daniel Ferreira Duarte; em 2º, Gustavo dos Santos Baldi; e em 3º, Tatiane Costa dos Santos. Gustavo dos Santos Baldi levou os prêmios de “melhor intérprete de Guarnieri” e “melhor performance”.

Nos 15º e 16º semestres, recebeu o “prêmio estímulo”, Leonardo A. Spiandorelli. Já nos 17º e 18º semestres, os prêmios ficaram com Giovana Ceranto, em 1º lugar; Thiago Campos Araújo, em 2º; e Francine de Moraes Dias, em 3º. Giovana também levou o prêmio de “melhor intérprete de Guarnieri”.

Na categoria “aperfeiçoamento”, o certame terminou com Rogel Junior da Veiga Fernandes em 1º lugar; Mariana Virgilli Domingues, em 2º; e Ramses Hussni, em 3º. Ele também levou prêmio de “melhor intérprete de Guarnieri”.