Câmara Municipal faz devolução de R$ 1,2 milhão ao Executivo

32
Reunião no paço municipal discutiu destinação de novos recursos a serem devolvidos
Publicidade
Da reportagem

Assim como tem ocorrido anualmente, mais uma vez, o Poder Legislativo está realizando devoluções de sobras de recursos ao Poder Executivo neste final de ano. Até o momento, R$ 1,2 milhão retornou aos cofres da administração municipal e há a expectativa de que mais recursos sejam devolvidos.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal, Antonio Marcos de Abreu (PSDB), ele conta com apoio de todos os funcionários, vereadores e assessores para devolver o recurso economizado pelo Legislativo.

Até a manhã de quinta-feira, 23, a Câmara já havia devolvido R$ 1,09 milhão, indicando a utilização para o pagamento do duodécimo dos servidores da Santa Casa de Misericórdia. Uma verba de R$ 10 mil foi destinada para auxiliar na campanha de leitos do hospital tatuiano.

Os outros R$ 100 mil já devolvidos ao Executivo são destinados para ampliação do Banco de Sangue “Fortunato Minghini”, da Santa Casa. Metade deste montante foi economizado pelo vereador João Éder Alves Miguel (MDB), ao deixar de nomear um segundo assessor ao gabinete dele.

Na terça-feira, 21, Abreu participou de reunião com o secretário municipal da Fazenda e Finanças, Eduardo Amadei, o assessor Mário Edson Soares de Moraes e o prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, no Paço Municipal “Maria José Gonzaga”, discutindo a destinação de novos recursos.

Publicidade

No mês passado, Abreu assegurou a reposição de R$ 950 mil com seis destinações específicas, incluindo R$ 200 mil para implantação de uma casa de apoio aos pacientes que realizam tratamento de câncer em Jaú (SP). Segundo ele, o recurso seria suficiente para pagar o aluguel da residência até o final do atual mandato.

A prefeitura teria R$ 200 mil à disposição para aquisição de munições para a Guarda Civil Municipal, além de R$ 100 mil para compra de equipamentos ao Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Para aquisição de veículos, seriam destinados R$ 200 mil ao CIR (Centro Integrado de Reabilitação) e R$ 200 mil à Assistência Farmacêutica, que ainda teria mais R$ 50 mil para instalação de cobertura para proteger os pacientes do sol e da chuva.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome