Bandido abre buraco em muro de concessionária e leva equipamentos

2482

Sozinho, um homem conseguiu invadir uma concessionária de veículos e furtar equipamentos. O crime ocorreu na tarde de sábado, 17, sendo gravado pelo sistema de segurança da empresa. De acordo com boletim de ocorrência, o criminoso abriu um buraco em um dos muros que cercam a concessionária.

A ação ocorreu no momento em que o estabelecimento estava vazio. Um funcionário do local, um gerente de 39 anos, constatou o crime no momento que chegou para iniciar o expediente, por volta das 7h50 da segunda-feira, 19.

Conforme ele, o criminoso levou um aparelho usado para realizar diagnóstico em veículos, um monitor de computador, seis caixas de alto-falantes, três kits de faixas, dois jogos de máquinas usadas para automatizar abertura e fechamento de vidros de veículos, uma bateria e R$ 365 em notas.

O gerente informa que notou a área da oficina da concessionária toda revirada. Segundo ele, diversos objetos estavam esparramados pelo interior do local. Em seguida, os outros funcionários começaram a relatar a falta de equipamentos.

Ao vistoriar a empresa, o gerente encontrou um buraco aberto no muro. Na sequência, o funcionário acionou a Polícia Militar, que teve acesso ao sistema de câmeras de segurança da empresa.

As imagens mostram o criminoso entrando no local por volta das 16h45 de sábado. O homem usava uma blusa de moletom preta quando furtava os objetos.

O furto está entre os cinco registrados no plantão da Polícia Civil, conforme material disponibilizado pela corporação à imprensa. Neste mês, até o domingo, mais quatro crimes a estabelecimentos ou empresas ocorreram no município.

No dia 1o, um bandido entrou em uma oficina mecânica, localizada na rua 11 de Agosto, na altura do Jardim Saba. O criminoso levou uma bicicleta, ferramentas, peças e um computador. O dono do local, um homem de 44 anos, encontrou os dois últimos itens jogados em um terreno baldio, próximo à oficina.

A vítima constatou o furto no período da manhã, quando começava o trabalho. Entretanto, procurou o plantão policial para registrar o fato apenas na tarde de segunda-feira, 19. O caso será investigado pelo 1o Distrito Policial.

A segunda ocorrência de furto teve como vítima a Telefônica Brasil. Um cabista da empresa registrou, na manhã do dia 16, furto de cabos ocorrido no dia 14.

O funcionário relata que, na data, desconhecidos furtaram 51 metros de cabos telefônicos de um trecho da rodovia Mario Batista Mori (SP-141). A mesma fiação fora encontrada pelo trabalhador no quilômetro 17 da autoestrada.

No dia 16, os crimes ocorreram em um alambique, localizado no Jardim Bela Vista, e em um bar, no centro da cidade. Eles vitimaram o proprietário do primeiro estabelecimento, um empresário de 60 anos, e um estudante, de 21, cliente do segundo. As vítimas registraram os casos em dias distintos.

De acordo com o empresário, bandidos arrombaram as portas do alambique na noite do dia 16. Eles teriam entrado na propriedade por volta das 21h e permanecido até a 0h.

Os suspeitos levaram dois tratores, um da marca Massey Ferguson e um Ford, utilizados na propriedade. Também furtaram 30 latas de cerveja, 30 maços de cigarros e uma máquina de cartão de crédito, além de diversas ferramentas.

A vítima identificou rastros dos tratores pelo canavial, apontando que os bandidos se deslocaram com eles até o primeiro trecho do anel viário. A Guarda Civil Municipal localizou um dos veículos no distrito de Americana.

Já o estudante alega que desconhecidos furtaram a carteira dele enquanto estava no bar. A vítima diz em depoimento que não soube precisar o momento do furto, mas sustenta que teve a carteira levada de um dos bolsos da calça. Dentro dela, havia R$ 200 e documentos pessoais e de uma motocicleta.