AGRADECIMENTO

7472

As flores que tu deixaste aqui

na minha ausência, Andrea,

ainda estão a repousar no vaso

sobre a mesa enfeitando

meus dias e minhas noites.

As grandes folhas verdes continuam

viçosas fixando o harmonioso

contraste com o pálido lilás

das pétalas chuviscadas…

E a mensagem escrita que tu deixaste

só encontrei dois dias depois

como um pássaro escondidinho

no carinho do teu ramalhete!

Ela não murchará jamais

porque foi plantada na curva

do manso regato que escorre

calmamente no fundo do meu coração.

08.12.84

Raymundo Farias de Oliveira