20º concurso define os jurados e recebe trabalhos até dia 31

280





O 20º Concurso Artístico e Literário de Natal do jornal O Progresso teve os nomes definidos pela comissão organizadora nesta semana. Neste ano, o certame aberto a estudantes do ensino fundamental mantém o quadro de profissionais que colaboram com a escolha dos trabalhos em desenho e redação vencedores.

As redações serão julgadas pela jornalista e gerente de comunicação do Conservatório de Tatuí, Deise Juliana de Oliveira Voigt, e pelas professoras Leila Menezes Salum da Silva, Cimira Cameron e Almira Porciúncula.

Os desenhos entregues pelos estudantes do 1º ao 9º ano passarão pelo crivo do caricaturista Bruno Venâncio, do designer Fábio Antunes Bueno, o Binho, do artista plástico Domingos Jacob Filho, o Mingo Jacob, e do também artista plástico, cenógrafo e professor do Conservatório de Tatuí, Jaime Pinheiro.

Somam-se ao corpo de jurados, a artista plástica Carmelina Monteiro e a professora Ana Maria Carnielli Assumpção. Elas selecionarão os desenhos e redações, respectivamente, que concorrerão pelo terceiro ano seguido em categoria especial.

São trabalhos produzidos por alunos da Escola de Educação Especial “Wanderley Bocchi”, mantida pela Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). A entidade participa como convidada do certame cultura desde 2011.

Os demais estudantes concorrem em quatro grupos, divididos por anos. Serão premiados vencedores entre o 1º, 2º e 3º ano, 4º e 5º ano, 6º e 7º ano e 8º e 9º ano. Os ganhadores serão contemplados com R$ 250, cada, totalizando R$ 2.500 em prêmios a serem distribuídos com apoio do comércio.

A mais longeva ação cultural realizada por empresa privada do município conta com nove patrocinadores. Contribuem para a realização do Concurso de Natal, o Colégio Objetivo, a Imobiliária Simões, a Paulo Motos, a escola de idiomas CCAA, a Maricota Calçados e Acessórios Femininos, a Alergoclin, a sorveteria Palácio do Sorvete, a Sempre Bela lingerie e a Prudente Fórmulas.

Com exceção do Colégio Objetivo, que concede dois patrocínios (sendo um em desenho e outro em redação), os demais colaboradores fazem a entrega de R$ 250 para os vencedores. A distribuição dos prêmios é realizada após a escolha dos jurados e em dias e horários definidos juntamente com os responsáveis pelos estudantes, professores e os representantes das empresas colaboradoras.

No ano passado, o concurso somou mais de 1.500 trabalhos, entre desenhos e redações. Eles foram produzidos por alunos de 48 escolas convidadas. Ao longo dos anos, a iniciativa do jornal somou 37.205 trabalhos, quantidade respeitável para um certame, e ganhou colaboração de educadores. Neste ano, houve estreitamento de parceira com a Secretaria Municipal da Educação, Cultura e Turismo.

Reunião realizada na tarde do dia 11 de setembro selou nova dinâmica para a entrega de trabalhos de alunos do 1o ao 9o ano do ensino fundamental que integram a rede municipal. As unidades sob responsabilidade da Prefeitura ganharam atenção especial, por conta de empenho da secretária Ângela Sartori.

Por solicitação da comissão organizadora, a titular da pasta participou de reunião com a assessora de planejamento pedagógico e administrativo da secretaria, Sônia Regina Menezes da Silva, e a supervisora de ensino, Maria Lúcia Antunes de Camargo. Elas receberam um “briefing” do concurso, com os principais pontos do regulamento, de modo a explicar o funcionamento do concurso, os prazos de recebimento dos trabalhos e a premiação.

O encontro aconteceu na sede da Secretaria Municipal da Educação, resultando em comprometimento maior da pasta para com o certame. Neste ano, a secretaria coordenará as orientações junto aos professores – para incentivo de participação dos estudantes –, e iniciará dinâmica diferenciada para entrega.

Além das orientações, a equipe de supervisão da secretaria fará o recolhimento dos trabalhos produzidos por alunos das unidades sob sua responsabilidade. Na sequência, a supervisão repassará os desenhos e redações à comissão organizadora.

Os trabalhos serão encaminhados para corpo de jurados em seguida, para escolha dos vencedores e, posteriormente, premiação. A expectativa é que os trabalhos sejam entregues pela pasta municipal à comissão organizadora até o fim do mês.

Este é o mesmo prazo que alunos, professores, coordenadores pedagógicos e diretores das demais unidades (estaduais) podem efetivar a entrega. Os desenhos e redações são recebidos de segunda a sábado, em horário comercial, na sede do bissemanário. O jornal fica na praça Adelaide Guedes, 145, no centro.

Na modalidade redação, não há exigências prévias. Os alunos do 1º ao 9º ano podem escrever em qualquer estilo literário, desde que respeitando o tema do concurso. Os desenhos devem ser enviados em papel sulfite tamanho A4 (21 cm X 29 cm), em qualquer estilo artístico, desde que obedecendo ao tema.

No verso de cada trabalho, seja desenho ou redação, deverão constar dados de identificação. O regulamento informa que é necessário citar: nome completo do aluno, idade, ano correto em que estuda (1º ao 9º ano), além do endereço completo e telefone, bem como o nome da escola e do professor.

A comissão organizadora ressalta que, em caso de ausência dessas informações, o trabalho será automaticamente desclassificado. Ainda na modalidade desenho, pede-se aos alunos que evitem o trabalho de colagens, por dificultar a reprodução.

Dúvidas podem ser dirimidas por meio dos telefones 3251-3040 ou redacao@oprogressodetatui.com.br.