‘Orquestra Sinfônica’ do CDMCC faz concerto com obras de consagrados

Repertório terá solistas Otávio Blóes, Nicolas de Godoi e Lorraine Gregório

340
Apresentação acontece às 20h, no 'Procópio Ferreira' (foto: AI Conservatório)
Publicidade
Diaz Leal Advocacia

A Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí volta ao palco do teatro “Procópio Ferreira” nesta quarta-feira, 5, às 20h. O concerto terá obras de alguns dos mais consagrados compositores da música clássica, como Mozart, Barber, Haydn, Elgar e Beethoven, além da participação de três solistas: Otávio Blóes (flauta transversal), Nicolas de Godoi (trompete) e Lorraine Gregório (piano). A entrada é gratuita.

O repertório começa com “Andante em Dó Maior para Flauta e Orquestra”, de Wolfgang Amadeus Mozart, com interpretação do flautista Otávio Blóes.

Pós-graduado em educação musical e diplomado em flauta transversal pelo Conservatório de Tatuí, onde atualmente coordena a área de sopros/madeiras, o músico estudou com os mestres Edson Beltrami, Madalena Cubas, Jean Noel Saghaard e João Dias Carrasqueira. Atua em diversos grupos sinfônicos e camerísticos, além de acumular diversos prêmios na área.

O programa segue com “Adagio para Cordas”, de Samuel Barber. Depois, “Concerto em Mi Bemol Maior para Trompete e Orquestra”, de Joseph Haydn, com solo de Nicolas Godoi.

Aluno do curso de trompete do Conservatório, sob orientação do professor Gerson Brandino, iniciou os estudos musicais aos quatro anos de idade. Tocou com os principais grupos pedagógicos da escola e, atualmente, é bolsista da Orquestra Sinfônica.

Publicidade
Diaz Leal Advocacia

Na segunda parte da apresentação, o grupo interpreta “Serenata em Mi menor para Piano e Orquestra”, de Edward Elgar. E encerra com “Concerto no 2 em Si Bemol Maior para Piano e Orquestra”, de Ludwig van Beethoven, solo de Lorraine Gregório, que acaba de se formar no curso de piano clássico do Conservatório, sob orientação da professora Marina Camargo, e cursa o bacharelado em piano na Universidade Estadual Paulista (Unesp).

A regência é do maestro Edson Beltrami, formado em flauta transversal pelo Conservatório de Tatuí e vencedor de mais de uma dezena de concursos. Foi um dos criadores e regente por 20 anos da Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório, onde agora dirige a Orquestra Sinfônica.

Publicidade
Diaz Leal Advocacia

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome