Notas policiais

1062
Publicidade
  • Homem é detido com porções de maconha no Pq. Marajoara

Um jovem de 27 anos, morador do Parque Marajoara, foi preso na noite de sábado, 18, acusado de tráfico de drogas. Na casa do suspeito, a Polícia Militar apreendeu quatro pacotes de maconha.

De acordo com a PM, uma equipe recebeu denúncia de que um rapaz estaria armazenando e vendendo maconha em uma casa na rua Brasília Camargo Barros, na região do Jardim Tóquio. Após buscas pelo bairro, às 21h48, o suspeito foi encontrado.

Durante abordagem, nada de ilícito teria sido localizado com o rapaz, contudo, segundo a PM, ao saber que fora denunciado, o acusado ficou nervoso e acabou confessando que vendia entorpecentes.

Na sequência, os agentes realizaram buscas na casa do suspeito. Conforme a PM, quatro peças de maconha, já embaladas, totalizando 700 quilogramas do produto, foram apreendidas no imóvel.

O acusado, Paulo Henrique Costa, foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça. Ele deve responder por tráfico de drogas.

Publicidade

  • PM encontra veículo roubado e detém acusado na “Teófilo”

Um homem de 31 anos foi preso, na tarde de segunda-feira, 20, acusado de roubar um Ford Escort em uma propriedade na área rural. Uma equipe da 2ª Companhia de Polícia Militar de Tatuí encontrou o acusado circulando com o veículo no Jardim Santa Rita de Cássia.

De acordo com a PM, militares foram acionados, via rádio, para atender a uma ocorrência de roubo em uma propriedade na zona rural. No imóvel, o proprietário teria informado que o criminoso levara o automóvel, um Ford Escort, de cor vermelha.

Uma equipe iniciou patrulhamento em busca do veículo e acabou encontrando o acusado circulando com o carro pela rua Teófilo Andrade Gama. Ao perceber a aproximação da viatura, o homem teria tentado fugir, mas foi abordado e revistado.

O acusado, Everton Oliveira Souza, foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.


  • Funcionária é vítima de roubo em frente ao próprio emprego

Uma mulher de 39 anos foi até o trabalho e teve R$ 450 roubados antes mesmo de descer do veículo dela. O crime aconteceu na região central, no início da noite do dia 13, mas só foi comunicado na Delegacia Central na tarde de sexta-feira, 17.

Conforme relatado, a vítima chegou ao local em que trabalha por volta das 18h35 e, quando estaria prestes a sair do veículo, foi surpreendida por um indivíduo de “aparentemente 30 anos, pardo, quase 1,70 de altura e magro”.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem exigiu que a vítima entregasse o celular e dinheiro, mas a mulher se recusou a dar o aparelho. O indivíduo ameaçou-a, dizendo que estava com uma faca, obrigando a funcionária a entregar R$ 450. Na sequência, ele fugiu do local correndo.

A vítima teria feito contato com o irmão, que procurou a Guarda Civil Municipal. No local, os guardas elaboraram o BO da GCM e efetuaram patrulhamento para tentar localizar o indivíduo.


  • Golpe ‘conto do motoqueiro’ faz mais uma vítima em Tatuí

Uma mulher de 40 anos foi vítima de estelionatários, alvo do golpe “conto do motoqueiro”. O crime aconteceu na tarde de quinta-feira, 16, e foi registrado no plantão policial na manhã do dia seguinte.

De acordo com a vítima, ela teria recebido uma ligação, no telefone residencial, de um suposto funcionário da Caixa Econômica Federal, afirmando que o cartão de crédito dela havia sido clonado e que precisava ser periciado.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima foi instruída a fazer uma carta de próprio punho com o que atendente ditava e seguiu as instruções. Nesse momento, um “disque-moto” chegou em frente à casa da vítima, pedindo o cartão de crédito e a carta, levando-os embora.

Depois do ocorrido, a mulher teria começado a receber, pelo celular, avisos de compras. Segundo a vítima, o telefone fixo teria ficado impedido de fazer ligações e, após várias tentativas, ela e o marido conseguiram fazer a chamada e bloquear o cartão.

Ainda conforme a vítima, o banco teria afirmado que ela contestasse o valor que viesse na fatura do cartão de crédito, pagando somente o que fosse devido, além de registrar o BO.

Publicidade