Notas policiais

0
268
Publicidade
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
  • Caminhoneiro é assaltado em Jaú e solto na Mário B. Mori

Um motorista de caminhão teve a carreta roubada na rodovia que liga as cidades de Jaú e Rio Claro, na tarde de sábado, 5. O profissional foi feito refém por assaltantes e deixado próximo a uma cerâmica na rodovia Mário Batista Mori (SP-141).

O caso foi registrado no plantão policial tatuiano na madrugada de domingo, 6. Segundo a vítima, dois ladrões se aproximaram em um automóvel Volkswagen Fox de cor branca e chegaram a efetuar disparos contra o baú do caminhão.

Após a parada do motorista, um dos ladrões invadiu o caminhão e obrigou a vítima a entrar no carro. Assaltante e vítima circularam por rodovias da região até chegarem a Tatuí, onde o caminhoneiro foi deixado.

O caminhão roubado é um Volvo FH420 com placas de Joaquim Távora (PR). Tanto o cavalo mecânico quanto a carreta têm cor vermelha.


  • VW Gol de frentista é furtado durante a noite no Jd. Tóquio

Um automóvel Volkswagen Gol, de propriedade de um frentista de 35 anos, foi furtado na rua Benedito Pereira, no Jardim Tóquio, na noite de quinta-feira, 3.

Segundo a vítima, o carro ficou por aproximadamente 30 minutos estacionado em frente a casa dele. Nenhum dos vizinhos chegou a perceber movimentação estranha nas proximidades, conforme o boletim de ocorrência.

O carro foi encontrado pela Guarda Civil Municipal do município de Boituva, no sábado, 5.


  • Mototaxista se fere depois de bater em caminhão na P. Reali

Publicidade

Um mototaxista de 35 anos ficou ferido após bater a moto na traseira de um caminhão. O acidente ocorreu na manhã de segunda-feira, 7, e envolveu um veículo que estava sendo usado nas obras da avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali, na vila São Cristóvão.

Segundo o boletim de ocorrência, o caminhão estava estacionado, enquanto funcionários da Prefeitura realizavam a limpeza, quando o mototaxista bateu na traseira do veículo de carga.

A equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) realizou atendimento e levou o motociclista, que estava em uma Honda Twister, ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”. O acidente foi registrado como autolesão.


  • Assaltante agride e rouba gari de 53 anos na pça. M. Guedes

Uma gari de 53 anos foi assaltada por um rapaz nas imediações do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, na praça Manoel Guedes, por volta das 4h30 de sábado, 5.

Segundo a vítima, o ladrão se mostrou muito violento. A trabalhadora foi jogada ao chão e o bandido desferiu-lhe chutes e levou a bolsa dela, indo rumo à vila Esperança.

A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas pelas redondezas, mas não encontrou o suspeito. Conforme consta no boletim de ocorrência, o jovem tem entre 18 e 24 anos, é branco, magro e possui o rosto “fino”.

Ele usava uma bermuda de tactel cinza e verde e blusa de moletom verde com capuz. A vítima contou que o ladrão aparentava “estar sob efeito de entorpecente”.

A bolsa da vítima tem cor bege e desenhos do Mickey Mouse. Dentro dela, estavam documentos pessoais, cartões bancários e R$ 150 em dinheiro, além de uma certidão de divórcio.


  • Transformador e fios de cobre são subtraídos de propriedade

Uma propriedade rural à margem da rodovia Gladys Bernardes Minhoto (SP-129), no bairro Pederneiras, foi invadida na madrugada de domingo, 6.

Segundo o dono do local, foram levados um transformador, um relógio padrão e a fiação do local. Um cadeado que trancava o portão da fazenda foi estourado. O furto foi constatado na manhã de segunda-feira, 7, e registrado no plantão policial no mesmo dia.


  • Vendedor ‘paga’ R$ 1.028 para receber prêmio que não existe

Um vendedor de 50 anos, morador do bairro Tanquinho, perdeu R$ 1.028 ao cair no golpe do falso prêmio. O estelionato ocorreu na manhã de segunda-feira, 7.

A vítima contou, a policiais civis, que um golpista convencera-o a realizar duas transferências bancárias e dois depósitos, em uma casa lotérica, em favor de uma pessoa que mora no Estado do Ceará.

O estelionatário afirmou à vítima ser representante de uma concessionária de telefonia e que o vendedor tinha sido o ganhador de um prêmio em dinheiro.

Após realizar os depósitos e transferências, a vítima se deu conta de que era golpe pelo fato de o estelionatário pedir “coisas absurdas”, como cópias autenticadas de comprovantes de residência. O caso foi registrado no plantão policial no mesmo dia.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Publicidade