Caminhoneiro acusado de atropelar empresário no Jardim Rosa Garcia

Motorista teria se envolvido em briga com a vítima antes do atropelamento

1453
Publicidade

O empresário Ademir Pires, de 45 anos, foi atropelado por um caminhão na manhã de quinta-feira, 1º, no Jardim Rosa Garcia II. A Polícia Civil registrou o caso como tentativa de homicídio, já que o motorista do caminhão teria se envolvido em uma briga com a vítima antes do suposto acidente.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para atender à ocorrência de acidente de trânsito e, ao chegar no local, constatou que houvera o atropelamento supostamente intencional, após uma discussão por dívida.

Segundo testemunhas informaram à PC, o motorista do caminhão estava no pátio de uma empresa de perfuração de poços artesianos, realizando o carregamento de um compressor, no momento em que o empresário chegou e teria cobrado-o de uma dívida de materiais de, aproximadamente, R$ 8.000.

Após a cobrança, os dois teriam começado a brigar e funcionários tiveram que apartar a discussão. Em seguida, o motorista teria subido novamente no caminhão e atropelado o empresário.

Conforme o boletim de ocorrência, o caminhão prensou a vítima contra uma parede. O empresário foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado até o Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto” em estado grave.

Publicidade

Ainda de acordo com o BO, a vítima deu entrada no hospital com trauma no tórax e abdômen, posteriormente sendo transferida à UTI (unidade de terapia intensiva) da Santa Casa de Misericórdia.

A perícia esteve na empresa e a Polícia Militar fez buscas pelo suspeito, que já ele havia sido identificado. Nesta terça-feira, 6, o empresário acabou falecendo e o caminhoneiro se apresentou na Delegacia Civil e deve responder pela acusação em liberdade.

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

entre com sua mensagem
entre com seu nome