A Lusa em 1972

2202
(Arquivo: Cláudio Aldecir)
Publicidade

Equipe da Lusa, por ocasião da inauguração do então estádio Independência, no bairro paulistano do Canindé. Zagueiro Carlos Alberto Torres foi o convidado para atuar pela equipe, no amistoso contra o Benfica de Portugal.

Uma obra realizada com muita determinação e eficácia pela diretoria da Portuguesa de Desportos, sob o comando de Oswaldo Teixeira Duarte, um presidente que fez história no clube.

Aguillera, Calegari, Lorico, Fogueira, Carlos Alberto Torres, Deodoro, Marinho Peres e o diretor José Mendes. Ratinho, Dirceu, Cabinho, Basílio e Piau.

Time português fez 3 a 1, com o atacante Vítor Batista anotando o primeiro gol no novo estádio, isso tudo no dia 9 de janeiro de 1972; em 1979, a casa rubro-verde mudou de nome, tornou-se estádio Doutor Oswaldo Teixeira Duarte.

Histórias do futebol.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

entre com sua mensagem
entre com seu nome