Combate ao tráfico de drogas causa a prisão de três homens na cidade

Ações da PM e da GCM apreenderam porções de maconha, coca e crack

0
1217
Drogas e pinos vazios apreendidos em casa da vila Esperança (foto: GCM/Tatuí)
Publicidade

Três homens foram presos em operações de combate ao tráfico de drogas entre sexta-feira, 8, e sábado, 9. Nos dois dias, a GCM (Guarda Civil Municipal) e a Polícia Militar recolheram 180 porções de maconha, 71 pedras de crack e 45 pinos de cocaína, além de celulares, dinheiro e caderno de anotações com contabilidade de vendas. Os flagrantes aconteceram nos bairros Fundação Manoel Guedes, vila Esperança e vila São Cristóvão.

Na noite de sábado, 9, após receber denúncias anônimas, a GCM prendeu em flagrante o cabeleireiro Nilson Jorge Leite Júnior, 28, com porções de crack e cocaína. As drogas estariam na casa do suspeito, na vila Esperança.

Segundo a GCM, agentes receberam denúncias de que um casal estaria promovendo a venda de drogas em uma casa do bairro. Com as informações, os guardas encontraram o acusado saindo do imóvel.

Conforme o boletim de ocorrência, em revista pessoal, os guardas encontraram três pedras de crack, R$ 122 em dinheiro e um aparelho celular da marca Samsung. Na moradia, a GCM recolheu 45 porções de cocaína, tubos plásticos vazios, 30 pedras de crack, três telefones e um caderno contendo anotações do tráfico.

Os acusados foram levados à Delegacia Central e ouvidos. O homem teria negado o tráfico, afirmando que mora em Laranjal Paulista e que estaria em Tatuí havia apenas duas semanas. O suspeito ficou detido, à disposição da Justiça.

Publicidade

Na tarde de sexta-feira, 180 porções de maconha e R$ 60 em dinheiro foram apreendidos na Fundação Manoel Guedes. Na operação, o auxiliar de mecânico Tiago Inácio Marques, 29, foi preso, acusado de tráfico de drogas.

De acordo com a PM, uma guarnição fazia patrulhamento pelo bairro quando suspeitou do rapaz. Ele teria tentado fugir, correndo para um matagal, mas os militares conseguiram alcançá-lo.

Na abordagem, nada de ilícito foi localizado, apenas R$ 60 em notas. No entanto, próximo ao local foram encontradas as porções de maconha. Questionado, ele teria confessado que estaria comercializando as drogas.

Segundo a PM, o acusado afirmou que deixava as porções escondidas no mato para ir buscando conforme a necessidade das vendas, e ainda teria confessado que o dinheiro que carregava seria do tráfico. O rapaz foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça.

Ainda na tarde de sexta-feira, em patrulhamento pela vila São Cristóvão, a GCM prendeu o autônomo Mateus dos Santos Oliveira, 20, acusado de tráfico de drogas.  Com o suspeito, foram recolhidas 38 porções de crack, um celular e R$ 9 em dinheiro.

Conforme o BO, os agentes estavam na avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali, por volta das 19h30, quando suspeitaram de um casal que estaria conversando próximo a um ponto de ônibus. Ao avistar a viatura, eles teriam “acelerado o passo”. O rapaz teria jogado algum pacote no chão e a mulher, ido para a direção oposta.

Em revista pessoal, foi apurado que o homem carregava R$ 9 e o telefone móvel. No pacote jogado, os agentes encontraram um kit com 14 pedras de crack e, nas proximidades, outro pacote, com dois kits de 14 e 10 pedras, idênticas àquelas inicialmente encontradas.

Indagado, o rapaz teria negada a posse das drogas. A mulher teria dito que desconhecia as substâncias e que estaria no local para realizar “programa”, porém, teria afirmado que vira o suspeito dispensar algo no chão antes da viatura abordá-lo.

O acusado foi encaminhado à Delegacia Central, onde permaneceu à disposição da Justiça. A mulher deu depoimento como testemunha e foi liberada em seguida.

Também na tarde de sexta-feira, dois estudantes – um de 16 e outro de 21 anos – foram surpreendidos com cigarros de maconha, na rua Teófilo de Andrade Gama, e tentaram fugir de uma viatura, ocupada por um investigador da Polícia Civil e um GCM.

Segundo boletim de ocorrências, os agentes aguardavam a abertura do semáforo quando suspeitaram da dupla. Eles teriam passado em um veículo em alta velocidade e tentado fugir, cortando o fluxo por cerca de 500 metros até serem alcançados.

No veículo, foram encontradas duas porções de maconha, uma armazenada na porta dianteira direita e outra no bolso da bermuda de um dos suspeitos.

Os jovens foram encaminhados à Delegacia Central, onde assinaram um termo circunstanciado por porte ilegal de entorpecente e foram liberados em seguida.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

entre com sua mensagem
entre com seu nome