‘Maratona’ cênica começa nesta 4ª-feira e vai até o fim deste ano

61273
Publicidade
Diaz Leal Advocacia

 

O setor de artes cênicas do Conservatório de Tatuí promove uma maratona de oficinas, ensaios abertos e apresentações de espetáculos de teatro até o final deste ano. São, ao todo, 50 atividades, todas gratuitas, a serem realizadas no teatro Procópio Ferreira, à rua São Bento, 415, e no próprio setor de cênicas, à rua 15 de Novembro, 63/65. A coordenação é de Fernanda Mendes.

As ações do mês de outubro iniciam-se nesta quarta-feira, 5, com apresentação do espetáculo “(In)Cômodo” pelos alunos do curso de aperfeiçoamento, com provocação de João Fabbro. A peça se passa nos diferentes cômodos do prédio (inclusive no banheiro) e é restrito a dez pessoas por sessão, com agendamento prévio.

“São questões, inquietações, (in)cômodos nossos (talvez de todos nós). Não os teremos enquanto público, daquele que vai ao teatro e senta em poltronas macias para um deleite passivo da obra”, afirma o elenco em nota à imprensa.

“Nossos convidados são visitantes de um nosso universo íntimo, sendo assim, venham preparados para breves deslocamentos. Não precisam jantar antes do encontro. Ofereceremos alimentos de corpos e almas não dualísticos, mas integrados”, destacam.

Publicidade
Diaz Leal Advocacia

As apresentações de “(In)Cômodo, que tem no elenco Iêda Claudia, Jeferson Rodrigues, Maria Taddei, Kaique Evoé e Rogério, serão sempre às 19h30, no setor de Artes Cênicas, nos dias 5, 19 e 26 de outubro; e 9, 16, 23 e 30 de novembro. O agendamento para assistir a peça é feita pelo telefone 3259-1844.

Ainda neste mês, outra atração é a Mostra Téspis de Teatro, com três oficinas e seis espetáculos. A abertura será nesta quinta, 6, às 20h, com a peça “O Apocalipse ou o Capeta de Caruaru”, de Aldomar Conrado, pela Cia. de Teatro do Conservatório de Tatuí, com direção de Dalila Ribeiro e Rogério Vianna, no Procópio Ferreira.

No dia seguinte, às 18h, na Sala Preta do Setor de Artes Cênicas, é a vez de “Sete Crianças Judias”, de Caryl Churchill, pelo Grupo de Teatro da Oficina de Artes de Boituva, com direção de Nathalie Abreu. Ainda na sexta, dia, 7 às 20h, no teatro, será apresentado “Santa Joana do Samba”, texto da Cia. 4 Cantos de Quadra, com direção de Benemari Sulivan.

No sábado, 8, às 18h, na Sala Preta, será apresentado “Mac(H)os”, pela Cia. Ímpares, com direção de André Kaires. Já às 20h, no Procópio Ferreira, é a vez de “Devaneios Poéticos em Cenas de Agreste”, de Newton Moreno adaptado por Rose Tureck, pelo Grupo de Pesquisa em Cena.

O encerramento da mostra será no domingo, 9, às 18h, no teatro do Conservatório, com o espetáculo “Quem Casa Quer Casa”, de Tatiana Belink. A apresentação está a cargo do grupo Garagem & Cia., com direção e adaptação de Paulinha Flash.

Após a Mostra Téspis, a maratona de espetáculos segue no dia 13 de outubro, quinta-feira, às 20h, na Sala Preta, com ensaio aberto do espetáculo “A Poética do Começo ou Breves Tentativas Sobre Interrupções”, por alunos do terceiro ano do curso teatro adulto, sob direção de João Fabbro.

Os ensaios abertos repetem-se nos mesmos local e horário nos dias 20 e 27 de outubro, e 3, 10, 17 e 24 de novembro.

Em novembro, nos dias 1o e 8, às 20h, na Sala Preta, os alunos do primeiro ano do curso de teatro adulto, sob orientação da professora Adriana Afonso, fazem o primeiro ensaio aberto do trabalho “Teatro de Improviso”.

Nos dias 4 (às 18h), 8 e 22 de novembro (às 15h), alunos da oficina “Música em Cena”, dirigida por Betinho Sodré, apresentam “Espelhos da Paixão”, baseado no texto “Caros Ouvintes”, de Otávio Martins, também na Sala Preta.

O espetáculo “Pequenino Grão de Areia”, de João Falcão, dirigido por André Luiz Camargo e Fernanda Mendes, dos alunos do primeiro ano do curso de teatro juvenil, terá ensaios abertos nos dias 7, 21, e 28 de novembro, sempre às 15h.

Já “Till, a saga de um herói torto”, adaptação do Grupo Galpão da obra de Luís Alberto de Abreu, com direção de André Luiz Camargo e apresentação dos alunos do segundo ano do curso teatro adulto, terá ensaios abertos às 20h, na Sala Preta, nos dias 7, 21 e 28 de novembro.

O espetáculo “O Homem de La Mancha”, de Dale Wasserman, será apresentado pelos alunos do segundo ano do curso de teatro juvenil, sob direção de Erica Pedro e Adriana Afonso. Os ensaios abertos serão às 15h dos dias 9, 16 e 23 de novembro, na Sala Preta.

Já a montagem “Espoleta”, de Marcelo Romagnoli, dirigida por Dalila Ribeiro e Erica Pedro, será apresentada pelos alunos do terceiro ano do curso de teatro juvenil. Os ensaios abertos serão na Sala Preta, às 15h, nos dias 11, 18 e 25 de novembro.

Mostra de Artes Cênicas

A maratona da área encerra o ano com a Mostra de Artes Cênicas, evento no qual toda a produção do setor é apresentada publicamente, de forma gratuita. Com exceção de “(In)Cômodo” e “Espelhos da Paixão”, que terão apresentações no setor de artes cênicas, todos os demais espetáculos serão apresentados no teatro Procópio Ferreira, de 30 de novembro a 3 de dezembro.

No dia 30, às 15h, acontece apresentação de “Espelhos da Paixão”. No mesmo dia, às 20h, será a vez de “O Apocalipse ou o Capeta de Caruaru”.

No dia 1o de dezembro, às 15h, acontece apresentação do espetáculo “Pequenino Grão de Areia” e, às 20h, de “Borandá” (inspirado no texto “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto, com direção de Adriana Afonso, pelos alunos do primeiro ano do curso de teatro adulto).

No dia 2, às 15h, haverá apresentação de “O Homem de La Mancha”; às 19h30, de “(In)Cômodo”; e, às 20h, de “Till, a saga de um herói torto”. No dia 3, às 15h, é a vez de “Espoleta” e, às 20h, de “A Poética do Começo ou Breves Tentativas Sobre Interrupções”.

 

Publicidade
Diaz Leal Advocacia