Tatuí, 29 de Jun de 2017
Tatui
+18...+30° C
  • Carlos Alberto Torres
  • Cláudio Aldecir - em 10/09/2016 08:32:02

    foto: Arquivo Cláudio Aldecir

    Depois de iniciar a carreira no Fluminense em 1964, Carlos Alberto Torres foi fazer sucesso e ganhar títulos no Santos. Conquistou o tricampeonato no México e tornou-se capitão da seleção brasileira.

    Passou pelo Cosmos, de Nova Iorque; Botafogo; voltou ao Fluminense em 1976, e, no ano seguinte, defendeu o Flamengo, conforme a foto da sua estreia. E justamente contra o Fluminense, em um amistoso no dia 5 de fevereiro de 1977, vitória rubro-negra por 3 tentos a 1.

    Sua permanência foi curta: somente 19 jogos disputando o campeonato carioca. Tornou-se treinador e, hoje, é comentarista de televisão.

    Podemos ver a equipe que era comandada pelo treinador Cláudio Coutinho, em pé: Roberto, Rondinelli, Carlos Alberto Torres, Júnior, Vanderlei Luxemburgo e Merica. Agachados: Tita, Adílio, Calu, Dendê e Luís Paulo.

    Foi um dos grandes laterais do futebol mundial, numa época em que os zagueiros eram dados primeiramente à marcação. Carlos Alberto inovou, marcando e apoiando muito bem, armando as jogadas com grande precisão.


    NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade