Tatuí, 30 de Abr de 2017
Tatui
+18...+30° C
  • Lara morreu pelo clube
  • Cláudio Aldecir - em 16/04/2016 09:41:11

    foto: Arquivo Cláudio Aldecir

    Essa história impressiona, poucos fariam isso, todavia Eurico Lara, o goleiro da foto, foi o personagem desta bela história de amor por um clube.

    Tudo começou quando este jogador nascido em Uruguaiana-RS, defendia o time de futebol do Exército. Sua fama de goleiro intransponível chegou até o Grêmio que o contratou em 1920, defendendo o clube até 1935, tornando-se ídolo e um dos grandes nomes da história do tricolor.

    Interessante que Lara se tornou herói não somente pelas defesas espetaculares como também por ter dado a própria vida em defesa do time. Afastado do gol por problemas de saúde, não resistiu e resolveu entrar em campo para um GRE-NAL decisivo em 22 de setembro de 1935 (vitória gremista por 2 a 0).

    Logo depois, sua situação piorou, pois havia escondido a gravidade de seu problema. Estava com pneumonia, acabou falecendo em 6 de novembro.

    Esse herói gremista é homenageado, sendo o único que tem o nome no hino do clube – “Lara craque imortal”. A foto mostra o time gremista em 1935, antes de uma partida amistosa contra o Santos (vitória do Grêmio por 3 a 2). Era a primeira vez que um clube do Rio Grande do Sul enfrentava uma equipe paulista.

    São as bonitas histórias do futebol, de muitas curiosidades, muitos craques e de grandes jogos.

    NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade